A trajetória política de Sereno Chaise: da democracia de 1945 aos dias atuais

Claudira do Socorro Cirino Cardoso, Gustavo Coelho Farias, Laura Ferrarri Montemezzo

Resumo


A entrevista com Sereno Chaise, realizada em Porto Alegre em duas sessões (dezembro de 2008 e maio de 2009), foi a 24ª do Programa de história oral do Centro de Documentação sobre a Ação Integralista Brasileira e o Partido de Representação Popular (CD-AIB/PRP).
Formado em Direito, Sereno Chaise ingressou em 1945 na Ala Moça do PTB, partido pelo qual se elegeu vereador em 1951. Ao longo de sua trajetória pelo Partido Trabalhista Brasileiro, marcada por uma grande amizade com Leonel Brizola, tornou-se um nome de referência dentro
do trabalhismo gaúcho. Em janeiro de 1964, assumiu a prefeitura de Porto Alegre, da qual foi afastado com o golpe militar. Apesar de ter tido os seus direitos políticos suspensos, continuou a viver em Porto Alegre, atuando como advogado por algum tempo, e manteve contato com
antigos colegas de política – como o próprio Leonel Brizola, que se encontrava, então, no exílio. Já no período da abertura política, voltou à vida político-partidária e esteve presente na fundação do PDT. Em função de discordâncias no interior do partido, migrou posteriormente para o PT.

Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE HISTÓRIA ORAL
www.historiaoral.org.br